O Livretu é um...

Minha foto
Porto Alegre, RS, Brazil
Blog dedicado à livre literatura. Poemas, contos, crônicas, músicas, palavras ao vento... e o que te fizeres viajar pela imaginação. O LIVRETU é livre, e surgiu da idéia de alguns amigos dividirem suas produções, delírios, sonhos, alegrias e letras. Envia tuas composições também! Faça parte dessa grande esfera literária. É livre. E como fala nosso grande Drummond: Se procurar bem você acaba encontrando. Não a explicação (duvidosa) da vida, Mas a poesia (inexplicável) da vida. Envia para livre_tu@hotmail.com tuas idéias. O blog já fez 2 anos e comemora com uma mini-edição impressa e uma confraternização de artes, o ORGIARTE, ambos indo para a sétima edição.

domingo, 31 de janeiro de 2010

O dilema de Karin: pensar antes de pensar

"Bom, lá vai ele."
Disse ela, ao teclar mais uma vez o mouse e se deliciar em suas fantasias virtuais.
Mas realmente era verdade.
Nada como o sarau para inspirar uma escrita, para pôr pra fora o que, na verdade, nem existia, e nem mesmo queria sair.
Um amontoado de palavras, linhas, alucinações, vacilos, e eis o texto, textinho, textículo.
De que posso falar?
Bom, falar sobre o que eu poderia falar já é algo, mas posso dar outra banda.
Agora mesmo, por incrível que pareça, por força da natureza, no fundo da casa, dava para ver o sol brilhando, o céu azul, o verão em pessoa.
Mas do outro lado, na frente da casa, escutava-se trovoadas, via-se nuvens escuras, babava água.
Logo pensei (como aquele cara que não pensa antes de ter alguma idéia), até nem sei se isso é possível - poder dar uma pensadinha antes de formular o próprio pensamento, pensar antes de pensar, realmente, esta é uma questão sem sentido e não vai ocupar mais nem um lugar nesta folha.
Retomando, logo pensei: "é a força da natureza". Mas não achei suficiente e num momento de revolta disse: "é o capitalismo, a indústria, a degradação da raça humana". E em seguida percebi que não era nem uma coisa nem outra. E que em nenhum momento tinha pensado todas essas coisas. Tudo isso era apenas a minha necessidade de escrever algo, de mostrar para meus amigos, com o intuito de ser um pouquinho mais feliz.
Bobagens, isso tudo é um monte de bobagem e no fim a falta de assunto virou o próprio assunto.
Fellini 8 e 1/2? Mais ou menos isso.
"Deu amor?", diz ela após fechar a janela (do site).
Deu, querida.

Bruno Arámburu

4 comentários:

  1. Muito bom!! eheheh Vcs são demais. no quesito criatividade Bruno: 10!! hehe

    ResponderExcluir
  2. dale Karin...gracias...é em tua homenagem então...
    beijos bruno

    ResponderExcluir
  3. what's news pussycat?????

    ResponderExcluir